Ivoti realiza 4ª Conferência do Idoso

Mais de 50 pessoas estiveram presentes na sexta-feira(24/05) na 4ª Conferencia Municipal do Idoso em Ivoti. O encontro, centrado no tema Pessoa Idosa e o Protagonismo nas Transformações Sociais, aconteceu na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). O encontro contou com palestrantes da área de geriatria e psicologia.

 

De acordo com o prefeito Arnaldo Kney, os idosos necessitam de um tratamento diferenciado.“Temos reconhecimento e muito respeito pelo segmento dos idosos. Se um banco abre um espaço especial para os idosos, por que não prestar um atendimento na área da saúde também preferencial para os Idosos? A questão da saúde nos preocupa muito. Estamos determinados a fazer isso em Ivoti, pois o idoso é uma das nossas prioridades e não mediremos esforços para dar aos idosos um atendimento preferencial, diferenciado.”

 

Segundo a Deputada Zilá Breitenbach, a sociedade precisa repensar o idoso dentro da sociedade.“Sou desta categoria, sou da 3ª idade e este cuidado com o idoso é um trabalho que precisa ser encarado de frente, já que em 2050, metade das pessoas estarão na 3ª Idade e metade estarão trabalhando. A sociedade tem que pensar nisso, as pessoas ainda pensam em descartar os idosos. As pessoas hoje se aposentam com 60 anos, mas cada vez mais, se vive mais e a saúde, a estrutura das cidades precisa ser repensadas pelos municípios.”

 

O Médico geriatra e professor do Departamento de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Emílio Moriguchi, palestrou sobre As Contribuições da Cultura Japonesa para um envelhecimento bem sucedido em Ivoti. “Os jovens de hoje não estão sabendo envelhecer. Quem construiu o mundo de hoje foram as pessoas que hoje são idosas. Os nosso idosos são as pessoas que vão salvar nosso mundo, não serão um problema. Eu nasci no Japão e vim para cá com 10 anos, que é atualmente o país onde mais se vive. Hoje conforme estudos, 53 % da nossa longevidade depende do estilo de vida, 20 % está ligada ao ambiente em que vivemos. É importante ter um lugar confortável para viver, um lugar onde não nos machuquemos. E, o que achávamos que iria levar as pessoas a uma idade avançada, a tecnologia, na verdade só representa 10% na construção da nossa longevidade.”

 

A palestra foi seguida pela apresentação do tema central da Conferência, Pessoa Idosa e o Protagonismo nas Transformações Sociais, realizada pela professora de Psicologia da Feevale, Geraldine Alves dos Santos. Após as palestras, o público foi organizado em grupos para a discussão dos temas No final da tarde, aconteceu a eleição dos delegados representantes de Ivoti para a Conferência Estadual do Idoso.

 

O evento é promovido pela Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social em conjunto com o Conselho Municipal do Diretos e Cidadania do Idoso de Ivoti (CMDCI).

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias