Alunos assistem a curtas gravados em Ivoti e são motivados a participar a nível regional.

Cerca de 350 alunos da 7ª e 8ª séries da Rede Municipal de Ensino assistiram, na sexta-feira, dia 31/05, a vários curtas. O evento ocorreu no ginásio da E.M.E.F. Eng.º Ildo Meneghetti, iniciou às 8 horas da manhã estendendo-se até as 10 horas e mostrou várias curtas produzidos em escolas locais com o objetivo de aproximar os alunos desta linguagem atual e muito valorizada pelo público jovem. Na abertura, foi mostrado o curta “Gira-giras do Tempo”, do Grupo BIStop do Instituto de Educação Ivoti, resultado de uma oficina de cinema realizada por um grupo do IEI em 2012. Na sequencia, o público pode assistir três curtas produzidos pelos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Eng.º Ildo Meneghetti no ano passado, resultado de um Projeto Interdisciplinar envolvendo várias áreas – Arte, Português, Inglês e Matemática – a partir da última obra de Martim Scorsese “A Invenção de Hugo Cabret”. Além destes curtas, também foram exibidos trabalhos de destaque no Projeto Curta a Vida de São Sebastião do Caí, ligado ao COMAD do Caí . Pela primeira vez, este grupo está organizando um evento regional. Ivoti é um dos municípios convidados para esta edição regional em 2013 e, através desta pré-mostra, deu o primeiro passo para mobilizar os alunos do município de todas as redes de ensino.

 

Segundo a responsável pelo evento, Andréa Schneck, a apresentação dos vídeos foi um sucesso, alcançando o objetivo no sentido de sensibilizar para as propostas, tanto da oficina local quanto para o Festival Regional Curta a Vida, que terá uma importante etapa acontecendo em Ivoti. “Esta pré-mostra foi uma estratégia interessante pensada pelos professores da oficina de cinema de Ivoti, Edmar Galiza, Lucas Breunig e eu. É um ponto de partida para motivar as escolas locais, professores e alunos a se inteirarem da sétima arte, se inscreverem na oficina de cinema do PLUG, que acontece às quartas-feiras à tarde, e se inscreverem também no Festival, cuja temática é muito pertinente ao contexto juvenil, já que pretende fazer refletir sobre a prevenção ao uso de drogas, levando a ações concretas na fase da adolescência em que nos encaminhamos para determinados caminhos, tomando ou não decisões básicas para uma vida saudável. Estamos abertos a encontros também com os professores que desejarem ampliar seus conhecimentos a respeito, preparando, inclusive, uma capacitação de professores com o cineasta Carlos Gerbase prevista para agosto.”

Segundo o Secretário Municipal de Educação e Cultura, Denis Carlos Luckner, será dado todo o apoio necessário para que a proposta atinja todos os objetivos. “Não serão medidos esforços para que o os alunos recebam recursos e apoio técnico, pois consideramos a promoção da cultura cinematográfica algo capaz de ampliar os horizontes dos nossos alunos fazendo-os refletir não somente sobre as técnicas envolvidas na produção de um filme, mas nas temáticas abordadas na elaboração dos roteiros. Oportunizar a produção de filmes que tratam da drogadição, certamente, fará com que nossos jovens conheçam as consequências negativas do envolvimento com o mundo das drogas e os prepararem para rejeitar o ilícito quando este lhes for oferecido.”

As inscrições para os grupos que quiserem participar no Festival devem ser feitas por alunos de 8ª série e Ensino Médio e acontecem no Programa Lazer Unindo Gerações (PLUG) até o dia 25 de junho, sendo que no dia 28 de junho acontece uma oficina de capacitação realizada pelos coordenadores do Festival Regional. Vale lembrar que o curta será construído após a inscrição.

 Maiores informações sobre a inscrição podem ser obtidas no PLUG ou através do telefone 3563 1488. Outras informações sobre o 1º Festival Regional de Cinema podem ser obtidas através do site www.comadsscai.com.br.

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias