Projeto “Eu já fui bebê” proporciona que os alunos da EMEI Jardim dos Sonhos conheçam mais sobre os bebês e seu desenvolvimento

 

Os alunos da turma do M2B, da EMEI Jardim dos Sonhos, fizeram diversas descobertas com o Projeto “Eu já fui bebê”. Desde o final do mês de julho, o trabalho vem sendo desenvolvido com as crianças através de jogos, histórias, confecção de materiais e com a participação das famílias. O projeto foi coordenado pela professora da turma, Jenifer de Lima e Sônia dos Santos e pela atendente, Daniele Bauer.
A ideia surgiu durante um momento de brincadeira das crianças, onde iniciaram um debate refente a quem tinha irmãos e irmãs e que os bebês vêm de dentro das mamães. O diálogo persistiu e logo a maior parte da turma estava envolvida na conversa. Essa temática aguçou o imaginário das crianças do Maternal 2B, e as professoras iniciaram uma investigação coletiva com as crianças acerca do que eles sabiam e tinham interesse em saber sobre o assunto.
Durante o projeto, foram exploradas histórias como: “O tamanho da gente” e “99 centímetros”. Também foram confeccionados e explorados jogos como lince, quebra cabeças e jogo da memória. A partir disso, foi construída uma fita métrica, fazendo a comparação entre o tamanho de nascimento e o tamanho atual das crianças da turma.
Durante o projeto, também foram realizadas propostas relacionadas à identidade, como a pintura com o giz de cera de diferentes tons de pele, na qual as crianças puderam experimentar o efeito das diferentes cores e encontrar a cor mais semelhante com a sua.
A curiosidade em relação ao nascimento fez com que a turma confeccionasse uma boneca grávida que foi pintada pelas crianças, que decidiram as cores da pele e como seria o rosto e cabelo. As famílias também contribuíram, enviando fotos e vídeos do nascimento das crianças, que se mostraram emocionadas ao assisti-los.
As primeiras hipóteses das crianças sobre o tema eram de que os bebês do berçário não falavam e não faziam muitas coisas. A partir disso, foi realizada uma entrevista com uma professora do berçário e uma aula de educação física na qual a turma interagiu com os bebês e descobriram que eles também brincam, interagem, se comunicam.
Com o decorrer do projeto, as crianças foram descobrindo que se pode crescer dentro da barriga de das mães e também depois do nascimento, que a alimentação vai se modificando à medida que crescemos, assim como nascem dentes e os cabelos crescem. Descobriram que além de crescermos por fora, também crescemos por dentro, em autonomia, aprendizagens. Ao refletir sobre essa questão, cada família foi convidada a registrar como a criança já havia crescido “por dentro”, do momento de seu nascimento até agora.
Ao final do projeto, a turma visitou o Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, em Porto Alegre, onde puderam observar, tocar, experimentar e vivenciar o que já haviam pesquisado e debatido. Dessa forma, as crianças ampliaram seus pensamentos científicos e, acima de tudo, brincaram muito, pois é através de brincadeiras e interação que elas realmente aprendem.

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias