DENGUE 10% das casas tiveram amostras de larvas coletadas durante mutirão deste sábado

Ivoti – Água parada em pote de extrato de tomate, em lona de piscina abandonada, em córregos e em pátios bem cuidados. Lugar para depositar os ovos do mosquito Aedes aegypti não faltam em Ivoti. Neste sábado, dia 25, 743 casas, construções ou terrenos foram visitados por profissionais da Secretaria de Saúde e Assistência Social e por voluntários da ação Plantando uma Semente. Segundo o titular da pasta, Martin César Kalkmann, destas, foram localizados 68 amostras de larvas em diferentes pontos. “Esse é um número preocupante, já que representa quase 10% das casas percorridas”, avalia Kalkmann.

Organizados em duplas, desde às 7h30 até às 17h, com intervalo para almoço, o grupo percorreu os bairros da cidade com a missão de visitar casa por casa para conversar com os moradores, olhar seu pátio e, se necessário, coletar amostrar de larvas. No caminho, a maioria elogiou o trabalho, sugeriu áreas de risco e até autorizou que colocassem para frente pneus, garrafas e outros resíduos para outra equipe coletar.

No próximo sábado, dia 1º de abril, o mutirão segue avançando na orientação e no reforço da importância de vistoriar seu pátio para retirar a água parada, limpar e escovar os vasos e outros itens que possam ser lugar de mosquitos transmissores da Dengue surgirem e se proliferarem. “Cada um precisa fazer a sua parte”, destacaram os voluntários.   

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias