CULTURA Oito moradoras de Ivoti bordam suas histórias e publicam portfólio

Projeto iniciado em 2015 foi lançado na noite de 4 de maio

Ivoti – Nas paredes, 8 wandschoner que deram origem ao material impresso e que estava nas mãos de dezenas de pessoas durante uma noite festiva no Núcleo de Casas Enxaimel da Feitoria Nova. Na quinta-feira, 4 de maio, ocorreu o lançamento do portfólio “Vidas Bordadas”, organizado pela Associação das Bordadeiras Tecendo Memórias de Ivoti com apoio do Programa de Gênero e Religião da Faculdades EST. Entre 2015 e 2016, moradoras de Ivoti “bordaram suas histórias” junto ao Plug: Ilca Berta Kunz, Loise Noemi Hoch, Maria Iria Führ, Rejani Dahmer Krug, Valesca Kreutz, Valéria Fiss Wagner, Vera Regina Koch Schneider e Welida Raddatz Pratzel. Cada uma delas escolheu um momento marcante de suas vidas, apresentado no livro de 28 páginas.

O evento contou com a presença da prefeita Maria de Lourdes Bauermann, que denominou a iniciativa de mais um “legado que a Cidade das Flores passa a ter”. Para a secretária de Educação e Cultura, Cristiane Spohr, o grupo deixa sua história registrada, um desafio para os tempos atuais de toda a sociedade. O coordenador do Programa Gênero e Religião da Est, André Muskopf destacou o trabalho diferenciado pela qual a comunidade acadêmica pode ter acesso. A coordenadora do Projeto Histórias de Vidas Bordas pela Est, Marli Brun, sintetizou o que cada integrante ilustrou em seu bordado e a coordenadora do Programa Lazer Unindo Gerações, Nádia Dias, destacou o quanto o Plug se fortalece ao sediar um grupo tão saudável e cheio de vida.

DO BORDADO AO LIVRO

Quantas vezes choramos, rimos e brincamos de nossas histórias”, contou a coordenadora da associação e integrante do projeto, Vera Koch Schneider, que resgatou todo o caminhar do grupo, a partir de uma iniciativa no Instituto Ivoti, em 2007, e seguindo inúmeros compromissos até chegar ao portfólio, elaborado em conjunto com Marli e Andréa Cristina Baum Schneck. “Já havíamos feito wandschoner, trilhos, panos de prato”.

A partir de 2015, iniciou o trabalho que culminaria com o apoio da Faculdades Est. “Primeiro foi necessário escolher uma história de nossas vidas, o que já foi um desafio. Depois, precisamos desenhar, redesenhar, bordar, escolher cores, pensar nos pontos e fazer o acabamento para depois, passar para a etapa do livro”, resumiu Vera. Na sequência, cada integrante descreveu um pouco de seu tema eleito, seguido por uma confraternização.

O livro não está à venda, sendo distribuído pelo grupo, que tem seus encontros no Plug, semanalmente. Mais informações pelo telefone 3563-3023 ou pelo e-mail kochschneider@gmail.com.

 

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias