EDUCAÇÃO Mais um passo é dado no processo de municipalização da 19 de Outubro

Pais foram reunidos na noite de segunda-feira para explicar as mudanças previstas

Ivoti – O processo de municipalização da Escola Estadual 19 de Outubro teve mais uma etapa cumprida na noite de segunda-feira, 30. Os pais dos 49 alunos atendidos do 3º ao 9º ano foram chamados para conhecerem os trâmites da mudança. Até o final do ano letivo, em 20 de dezembro, a gestão do estabelecimento de ensino para ao Município. “Perde o Estado? Ganha o Município? Na verdade, quem ganha é o aluno. Ivoti merece”, destacou a coordenadora da 2ª Coordenadoria Regional de Educação, Helenise Avila Juchem, que conduziu a reunião na presença do prefeito Satoshi Suzuki e da secretária de Educação e Cultura, Cristiane Spohr, além da chefe do setor pedagógico da 2ª CRE, Eliane Cardoso Vieira e das diretoras Silvana Troian Patussi e Lourdes Kunzback. “Por 24 anos, vi esta escola cheia. Espero ver este prédio novamente ocupado”, falou a presidente do Conselho Escolar, Marlise Rick.

A diretora lembrou que vem conversando com as famílias e a equipe desde o início do ano. “Nosso maior objetivo é o bem-estar. O importante é serem bem assistidos”, afirmou Silvana. O processo de redução de alunos foi deflagrado especialmente a partir de 2013. Neste ano, foram formadas 3 turmas multisseriadas. “Importante é que todos fiquem felizes com esta mudança e que tudo ocorra de forma harmônica”, destacou o prefeito.

CHAMAMENTO

Segundo a secretária de Educação, Cristiane Spohr, todos os documentos estão sendo apresentados desde o início do ano e agora, com mais uma etapa vencida e prestes a concluir o processo, a ideia é organizar a rede para as rematrículas. “Vamos orientar as famílias e buscar agregar novos alunos, já que a capacidade da escola é de cerca de 100 crianças por turno”, informou.

A escola deverá receber melhorias para receber os alunos do Pré ao 9º ano. A matrícula dos 49 alunos está garantida para 2018. “Vamos em busca de novos alunos”. A coordenadora lembrou que todos os documentos serão removidos para a Escola Estadual Mathias Schütz, tornando-se o fiel depositário.

 

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias