COTIDIANO ESCOLAR PA1 da Emei Jardim dos Sonhos trata do lixo e visita usina de triagem

 

 

Ivoti - Experiências que vão além dos muros da escola são algumas propostas que o projeto “De Carona com o caminhão mais bacana... o caminhão do lixo”, desenvolvido pelas professoras Daiane Kaizer e Daiana Marcelino vêm proporcionando para a turma do Pré A1 na EMEI Jardim dos Sonhos.

As crianças que estão enriquecendo seus conhecimentos sobre as temáticas de preservação ambiental, conscientização sobre o destino dos resíduos, concluíram essa semana uma das etapas que denominaram como “ciclo do lixo”, caracterizando-se por experiências fora do âmbito escolar que permitiram conhecer a realidade sobre o destino dos resíduos.

A fim de vivenciar uma experiência sobre o ciclo do lixo seco (coleta seletiva), a turma visitou a usina de triagem de Dois Irmãos. Na visita, se observou como os resíduos inorgânicos podem ser reaproveitados, separados, de forma a facilitar a venda para após transformá-lo em algo novo.

Essa visita ressaltou mais uma vez, a importância de separar o lixo em casa, colocando o lixo seco na lixeira destinada ao recolhimento pelo caminhão da coleta seletiva. Na oportunidade, as crianças puderam ver de perto um caminhão de lixo descarregar os resíduos e o trabalho de separação feito com muita dedicação pelos trabalhadores da usina.

Como uma ação de agradecimento e reconhecimento pelo exemplo de trabalho realizado pelos funcionários da usina de triagem ao meio ambiente, a turma elaborou uma carta coletiva sobre suas aprendizagens, anexou fotos da visitação, confeccionaram bolachas caseiras e foram entregar aos trabalhadores, agradecendo a bela tarefa que desempenham, ressaltando que são especiais e que o meio ambiente precisa de mais pessoas que realizem esse trabalho, fomentando assim, posturas críticas e ativas para a sociedade.

Sobre os resíduos não aproveitáveis (rejeitos) que são encaminhados pela usina de triagem a um aterro sanitário, a turma realizou uma visita técnica no local, visualizando a imensidão de lixo que não pode ser reaproveitado, sendo enterrado na natureza. Expressão utilizada por uma criança, ao chocar-se com a realidade do local: “Nossa são montanhas de lixo enterradas!”

O choque de realidade observado quanto às “montanhas de lixo” enterradas no aterro sanitário, geraram inquietudes em pensar e desenvolver possibilidades para o reaproveitamento de materiais e revitalização de objetos.

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias