GABINETE Martin encaminha projeto de lei que trata do registro de ponto dos cargos comissionados

 

Visando maior transparência, prefeito analisa projeto proposto por Satoshi em 2017 pede apreciação dos vereadores

Ivoti – Nesta sexta-feira, dia 5,o prefeito Martin Cesar Kalkmann encaminhou projeto de lei para apreciação dos vereadores que determina o registro do ponto para os funcionários em cargos em comissão, contratos temporários e estagiários. O projeto segue basicamente a redação do texto proposto pelo então prefeito em exercício Satoshi Suzuki, atual vereador. “Quando assumimos, ficamos de analisar e reapresentá-lo. Conversando com nossa equipe, verificamos que esta é mais uma maneira de garantir maior transparência na jornada de trabalho do servidor público, seja ele efetivo ou em comissão”, destacou.

No documento, consta que a freqüência dos servidores ocupantes de cargos efetivos e em comissão, excluídos os Secretários Municipais, será controlada pelo ponto mecânico ou eletrônico, realizado preferencialmente através do registro biométrico, que assinala o comparecimento do servidor ao serviço e pelo qual se verifica, diariamente, suas entradas e saídas. A proposta também inclui os contratados por tempo determinado e os estagiários com vínculo de estágio não obrigatório. Em todos os casos, não serão pagas horas extras aos servidores ocupantes de cargo em comissão ou função gratificada.

 

Compartilhar :

Vejas Outras Notícias